Just another WordPress.com site

Posts com tag “Coletânea

Metal Front vol. I Conheça a banda Rhevan

Bom vamos dar continuidade a parceria entre o Imagem, Som e Fúria e a coletânea Metal Front Vol. I , segue a entrevista da banda de Symphonic Metal Rhevan!

 Banda da vez: Rhevan

 Banda de Symphonic Metal formada em 2007 por Thiago Azevedo. Em 2008 gravou sua 1º DEMO e em 2009 seu 1º cd. Passou por várias formações, fez vários shows na cidade em que reside (Campo Grande /MS), fora do estado e país também. Participou da seletiva regional w:o:a: e se encontra em período de ensaios com a nova formação. Atualmente a banda se encontra em período de pré-produção de seu 2º cd com a nova formação.

Influências: Nightwish, Within Temptation, Epica, Iron Maiden, Cradle of Filth,…

 Integrantes:

Daniele Navarro (Vocal)

Thiago Azevedo (Guitarra/Vocal)

Gleydson Keyler (Guitarra)

Aldo Carmine (Baixo)

Matheus Mattos (Bateria)

 INFORMAÇÕES RELEVANTES SOBRE A BANDA

Discografia: Frontline (Demo) – 2008, Perpetually (Cd) – 2009.

METALFRONT

Participa com a música: “Fortune and a name” (Faixa 03)

INTERNET

Site: http://www.rhevan.com

Myspace: http://www.myspace.com/rhevan

Twitter: http://www.twitter.com/rhevan

Orkut: http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=33527842

CONTATO

E-mail: bandarhevan@hotmail.com ou thiagopmcazevedo@hotmail.com

Entrevista Metal Front – Rhevan

MF: O que siginifica o nome “Rhevan”?

 Não há significado, foi um nome que criamos pensando na sonoridade do mesmo.

MF: Quais são as principais influências artístico-musicais do Rhevan?

Épica, Nightwish, Angra, Shaaman, Iron Maiden, Dream Theater, Avenged Sevenfold, Guns´n Roses entre outros.

MF: Qual a temática das letras do Rhevan?

 Trabalhamos temáticas variadas, entre elas amor, guerra, fantasia, experiências de vida e influência da mídia na sociedade.

MF: A banda contou com algumas modificações na formação durante os anos. Quais foram os motivos dessas alterações e como isso afetou na sonoridade do Rhevan?

 Os integrantes saíram por motivos pessoais. Todos trouxeram um pouco de suas influencias e experiências pessoais, auxiliando a evolução da banda e constituindo uma personalidade própria.

MF: O Rhevan é um dos representantes de peso do Mato Grosso do Sul uma vez que a banda é de Campo Grande. Como é a cena metal na região? Existem locais que abrigam shows de metal? Existe algum incentivo?

 Infelizmente ainda é fraca, não há espaço para as bandas e público que curte o estilo. Poucos locais abrigam as bandas e quando começam a ter repercussão são fechados por conta da comunidade (infelizmente há vizinhos intolerantes e pessoas que não sabem curtir os shows, preferem a baderna a ouvir o som das bandas). O incentivo é fraco por parte dos órgãos culturais do estado, mas acreditamos que se a cena se unir e apoiar músicos e bares conseguiremos constituir uma cena forte aqui no estado.

MF: A banda possui dois trabalhos lançados (Frontline (Demo) – 2008, Perpetually (Cd) – 2009). Como o público interessado em adquirir esse material deve fazer?

Os dois CDs estão com cópias esgotadas, porém disponibilizamos o download completo de ambos em nosso Site e Myspace:

http://www.myspace.com/rhevan e http://rhevan.com/

MF: O Rhevan está trabalhando no novo álbum. O que poderia nos adiantar sobre ele?

Acreditamos que os fãs sentirão algumas diferenças na sonoridade da Banda. O som está bem mais pesado e agressivo, como dissemos antes, cada novo integrante sempre agrega algo novo e a entrada do novo baterista (Matheus Mattos) tornou nossas músicas mais velozes e técnicas.

MF: Conte-nos um pouco sobre o novo clip da banda!

 A expectativa é grande, pois já havia uma primeira versão deste clip e o resultado ficou ruim. Agora contamos com a ajuda de duas amigas e produtoras (Ana Borges e Paula Chrystie) o clipe tornou-se muito mais dinâmico e criativo, com elementos diferenciados e mais quentes por assim dizer!

MF: O Rhevan já se apresentou no Paraguai! Essa foi a primeira experiência da banda fora do país?

Esta foi nossa primeira experiência fora do Brasil e foi muito boa. A recepção dos Paraguaios e brasileiros que assistiram foi ótima. Tudo foi muito bom desde nossa hospedagem pelos organizadores do evento até mesmo o após show. Queremos agradecer imensamente o público do show e seus organizadores.

 

MF: Como foram as apresentações e qual foi o saldo final dessa tour?

Tivemos ótimas, boas e más apresentações, como todas as bandas. Tocamos em diversas cidades e estes shows superaram nossas expectativas. Gostaríamos de atingir mais cidades, mas a falta de patrocínio atrapalha essa possibilidade de expansão. Resumindo, ganhamos muita experiência e a cada show melhoramos nossa performance.

MF: Qual foi a situação mais bizarra, engraçada ou fora do comum que já aconteceu em algum show da banda?

Temos duas em especial, o show W:O:A na qual o nosso atual baterista Matheus (apelidado carinhosamente de Mateta) foi o pedestal de caixa humano do Aldo. Não sabemos como o pedestal da caixa quebrou bem no momento de nossa apresentação e se não fosse o Mateta segurar a caixa não sei se conseguiríamos tocar (valeu Mateta).

A segunda coisa foi o show de Cuiabá na qual a vocalista Daniele começou a passar mal antes do show. Até então não parecia tão terrível, mas após o show (sofrido para ela) a Dani foi dormir e começou a passar muito frio, não haviam cobertas (Cuiabá é muito quente), e ela se cobriu com o plástico que envolvia os colchões (trash e cômico). Quase amanhecendo fomos parar no hospital com a Dani, que não agüentava de dores no corpo. Estava com Dengue e teve que tomar soro, o engraçado foi o dono da casa de shows (Srº Cachorrão – obrigado por tudo o/), Thiago e Gleydson dormindo nas macas no mesmo quarto em que a Dani estava, até a enfermeira tomou um susto ao ver um monte de gente de preto no quarto capotados. Devem ter pensado que estávamos bêbados hehehehe…

MF: O Rhevan irá participar da coletânea Metal Front – Vol I com a música “Fortune and a name”. Ela é uma boa mostra do que é a música da banda? Recomendam mais alguma para o público conhecer?

Com certeza, é uma das melhores músicas do CD, mesmo assim recomendamos o CD inteiro, inclusive a demo pois todas foram trabalhadas com muito ardor e dedicação.

MF: Para finalizar deixe uma mensagem para o público que já acompanha a banda e para aqueles que conheceram agora!

Gostaríamos de agradecer a todos os fãs da banda que nos impulsionam a cada dia em nossa jornada, aos que nos convidam a realizar shows em suas casas e confiam em nosso trabalho. O novo CD promete aguardem, pois teremos muitas surpresas em 2011.

Anúncios